Medicamentos para saciar a fome e supressores de apetite

Medicamentos para saciar a fome e supressores de apetite

Medicamentos para saciar a fome e supressores de apetite
5 (100%) 1 voto[s]

O período da adolescência é uma das fases mais turbulentas pelo qual o ser humano passa, afinal estamos descobrindo quem somos e o que vamos nos tornar daqui a alguns anos.

Normalmente, sempre escutamos a voz dos melhores amigos e não reparamos que muitas vezes eles estão lá para fazer qualquer tipo de comentário nocivo perante o nosso peso, deixando-nos tímidos no quesito distância da nossa sociedade.

A partir destes pequenos comentários é que começam os primeiros burburinhos de que estamos obesos ou que precisamos emagrecer para que possamos sair com estas pessoas neste seleto grupo, esquecendo principalmente do nosso próprio bem-estar, tornando assim muito comum os casos de bulimia ou até mesmo anorexia.

Sibutramina é milagroso?

Nenhum medicamento para emagrecer é milagroso, porém, pode diminuir a vontade de comer excessivamente um determinado alimento que você está acostumado a comer. A sibutramina auxilia neste processo de “desintoxicação alimentar”, diminuindo sensivelmente o apetite.

É bom recordarmos que mesmo tomando o remédio para emagrecer, nada adianta se não mudarmos a nossa alimentação, e se não praticarmos algum tipo de exercício físico para que assim possa surtir o efeito desejado.

Tenho fome rapidamente, e agora?

A rapidez que nosso organismo faz a digestão será condizente ao estado de equilíbrio que a pessoa está no momento. Como assim? As sensações de raiva, apreensão ou até mesmo medo faz com que tenhamos o desejo de comer um maior número de vezes, tirando aquele padrão de 3 horas, que é o intervalo recomendado para poder ingerir qualquer tipo de alimento.

A vida pode influenciar negativamente no quesito emagrecimento, afinal, quanto mais pressionados estivermos, mais vontade de comer guloseimas teremos.

Outro ponto a ser observado é que independente do estilo de vida que a pessoa tenha, é bom que ela entenda que outros auxiliadores podem ajudar no processo, além do uso constante e adequado de sibutramina nada mais, nada menos que os chás.

Os chás podem sustentar ou pelo menos enganar bem até o horário da próxima refeição, além de fazer queimar parte dos alimentos considerados nocivos a nossa saúde. Em um período de tratamento, para que os resultados sejam alcançados, o chá pode ser um ótimo “amigo” deste remédio emagrecedor, que boa parte da sociedade busca constantemente.

Se eu tomar mais vezes no mesmo dia, o resultado pode ser melhor?

Se na prescrição o médico não receitar uma maior quantidade no uso do medicamento emagrecedor, é bom nem tentar um comprimido a mais, já que os efeitos podem ser irreversíveis.

O sucesso de um medicamento só trará benefício a partir das receitas indicadas pelo médico responsável, trazendo assim a transparência necessária para que a pessoa entenda que apenas o remédio não surtirá efeito, e se adequar a uma boa alimentação é fundamental.

É bom termos um pequeno cuidado ao avaliarmos no sentido de não extrapolarmos e monitorarmos de forma errônea certos alimentos essenciais para uma maior saciedade ao longo do dia, sem perder a longevidade que tanto buscamos em toda a vida. O uso de “não posso comer” se faz presente e normalmente causa um desequilíbrio fora do comum na maioria dos casos.

Os resultados podem demorar?

Como todo caso é um caso, não se pode determinar quando e como seu organismo vai se adaptar a algum tipo de medicamento, tampouco o período dos resultados desejados para que finalmente consiga emagrecer de forma segura.

Dependendo da adaptação em seu organismo, a sibutramina pode ser a solução dos problemas, como também uma eternidade para conseguir os primeiros resultados, por isso cada caso é um caso, pois cada organismo reage diferente.

Casos em que não é recomendado o uso da substância

Drogas de livres circulação como cocaína, LSD entre outros não são recomendados, podendo fazer um efeito nada agradável para o seu tratamento.

Pessoas que querem ter filhos, é bom tomar certos cuidados para que não afete o desempenho ao longo de sua gestação até a sua concepção, por isso, caso faça o uso do medicamento, reveja com o seu médico se deve interromper o tratamento ou não, em prol da criança que está por vir.

Certos movimentos podem ser sentidos com o uso da sibutramina, como o desempenho motor e cognitivo da pessoa, por isso, é interessante observar os mínimos detalhes para que seus familiares ou outros percebam certas dificuldades que podem ser acometidos ao longo do tratamento.

Apesar de não ser diagnosticado claramente em estudos, não é aconselhável o uso do medicamento para menores de 16 anos, principalmente pelo fato de ocorrer profundas mudanças em seu próprio corpo, além é claro dos hormônios estarem propulsando intensamente.

Em momentos mais intensos a dois, é aconselhável nem ao menos experimentar, pois, o efeito pode ser considerado reverso nos quesitos orgasmo e impotência sexual, por isso, caso a situação seja de forma semelhante ao citado, é bom interromper o tratamento deste medicamento.

Ser de um determinado gênero é fundamental para melhores resultados?

Ainda não foi determinado se os homens terão resultados melhores do que as mulheres, portanto, é indiferente o resultado final de cada um, dependendo apenas de como irá atuar em determinado organismo.

Sempre há a chance do homem ter uma chance gradual de conseguir resultados melhores, por causa de algumas particularidades naturais que o gênero difere com relação ao corpo da mulher, como a massa muscular, força, entre outros desafios que a sociedade desmistifica ao longo dos anos.

Nada influi no quesito ser forte ou fraco, se você conseguir manter o desempenho que necessita para o resultado, como diminuir as quantidades calóricas, cuidar mais de si mesmo, ter persistência, foco e principalmente não ouvir opiniões alheias, isso poderá fazer tanto o homem quanto a mulher obter resultados iguais ou semelhantes.

Quais são os efeitos da sibutramina na maioria dos pacientes?

Sob prescrição médica, a sibutramina age de forma com que a pessoa se sinta satisfeita com pouco alimento. Vale lembrar que, além do medicamento tomado, se mastigarmos no mínimo de 35 a 50 vezes, é comprovado que se sinta por satisfeito antes mesmo de terminar o prato feito.

Isso significa que quanto mais mastigarmos, teremos menos vontade de “triturarmos” os alimentos presentes em nossa alimentação, assim estaremos enviando as mensagens para o nosso cérebro de que a fome foi saciada.

Aliado a uma boa alimentação, a mastigação constante e o uso da sibutramina presente, os efeitos podem não ser milagrosos, mas podem ser determinantes para uma nova vida e um tipo de alimentação mais salutar, capaz de rever seus conceitos quanto ao processo da própria qualidade de vida presente.

Emagrecer pode ser o grande desejo de muitas pessoas, principalmente quando ouvimos os conselhos de pessoas que realmente não querem o nosso sucesso estético. A partir desta análise é importante observarmos se o peso em questão, é realmente confortável ou se você está sendo induzido por fatores externos.

Medir na balança é preciso para que consiga não apenas os resultados considerados imediatos, como também, é necessário buscar apoio psicológico e entender emocionalmente se aquele momento é realmente a hora de fazer uma dieta.

Não adianta fazer loucuras de dieta se não tiver um bom preparo, por isso, equalize o máximo que puder para não se arrepender depois, os resultados podem ser como macarrão instantâneo, mas os efeitos colaterais já mencionados podem ser irreversíveis.

A dieta, chás, sibutramina e a própria força de vontade será determinante ou não, para o sucesso naquilo que acredita: perder peso com consciência, sem medo de qualquer garfada que for dar, independente da hora e do local em que está.

Referências:

 

x'